OU É SANGUE,OU DOR...
QUAL VOCÊ ESCOLHE?!...
EU ESCOLHO
OS DOIS...
Ocorreu um erro neste gadget

Tribos urbanas


As tribos urbanas ou metropolitanas ou regionais são constituídas de microgrupos que têm como objetivo principal estabelecer redes de amigos com base em interesses comuns. Essas agregações apresentam uma conformidade de pensamentos, hábitos e maneiras de se vestir.Um exemplo conhecido de tribo urbana são os punks. Segundo Michel Maffesoli, o fenômeno das tribos urbanas se constitui nas "diversas redes, grupos de afinidades e de interesse, laços de vizinhança que estruturam nossas megalópoles. Seja ele qual for, o que está em jogo é a potência contra o poder, mesmo que aquela não possa avançar senão mascarada para não ser esmagada por este".

A expressão "tribo urbana" foi cunhada pelo sociólogo francês Michel Maffesoli, que começou usá-la nos seus artigos a partir de 1985. A expressão ganha força três anos depois com a publicação do seu livro Le temps des tribus: le déclin de l'individualisme dans les sociétés postmodernes.


Características


Cultura Informal


A cultura das tribos urbanas é informal, bem diferente das organizações ligadas ao "burguesismo" permeadas pelo nosso taylorismo ocidental, que rejeita a emoção e os sentimentos coletivos (coisa típica de uma cultura empresarial). O neotribalismo pratica uma "solidariedade orgânica" que vai de encontro a essa "solidariedade mecânica dos indivíduos racionais" do capitalismo.

Como metáfora explicativa, Maffesoli invoca dois deuses do panteão Grego: Apolo e Dionísio - duas figuras opostas; Apolo, representando a razão e Dionísio, representando o mundano, o "terreno".

Esses grupos não têm projetos ou objetivos específicos a não ser pelo partilhamento, no "aqui-agora".



Proxemia


As tribos reforçam "um sentimento de pertença" e favorecem "uma nova relação com o ambiente social".

A proxemia das tribos é uma faca de dois gumes. Ela pode, por um lado, ser expressa pela tolerância. Um exemplo disso é a tribo dos Clubbers. Incentivados pela filosofia P.L.U.R. - Peace, Love, Unity & Respect - os frequentadores das Raves são incitados a respeitar o "meio ambiente e outras pessoas, independente de credo, raça, religião, gostos e opiniões". A outra face dessa "homossocialidade" tribal é a exclusão do "diferente" à partir da violência, coisa bem presente no fanatismo e no racismo de algumas tribos. Os Skinheads em geral enquadram-se aí, tendo como inimigos declarados os estrangeiros, os mauricinhos, os gays "…e, principalmente, os anarcopunks".



Não-Ativismo


O neotribalismo não se opõe frontalmente ao poder político como o faz o proletariado. Isso não quer dizer, no entanto, que as tribos urbanas sejam passivas ou que não prestem atenção no jogo político. O que as tribos fazem é evitar as formas institucionalizadas de protesto (comícios, greves e piquetes) das quais o proletariado se vale. A resistência das tribos é mais "subterrânea" valendo-se - por exemplo - da música para afirmar sua não-adesão à "assepsia social" dos mantedores da Ordem. Essa "desqualificação" praticada pelas tribos, com o tempo, "corrói progressivamente a legitimidade do poder estabelecido".



Fluidez & Estabilidade


Maffesoli destaca algo paradoxal nas tribos urbanas. Elas são instáveis e "abertas", podendo uma pessoa que participa delas "evoluir de uma tribo para a outra". Por outro lado, essas tribos alimentam um sentimento de exclusividade e um "conformismo estrito" entre seus participantes.


Críticas

Mobilidade

Há de se questionar até que ponto é verdadeira essa "mobilidade" entre tribos apregoada por Maffesoli. Rivalidades entre tribos urbanas (Mods e Rockers, p. ex.) têm sido registradas desde os anos 1960 na Inglaterra e, desde então, os conflitos vem crescendo bastante. Num artigo escrito para a Rolling Stone americana (dezembro de 1980), Dave Marsh lamentava a falta de união entres os fãs de Rock, citando como exemplo a crescente hostilidade entre Punks e Headbangers. Os conflitos recentes entre Punks e Skinheads paulistas também põe em xeque essa ideia de que alguém pode mover-se de uma tribo para outra sem maiores problemas.

Como assinalara o próprio Maffesoli, o pós-modernismo retoma muitos elementos do pré-modernismo. Os skinheads (ou "carecas") paulistas. Obrigaram dois jovens a pular do metrô em movimento


Exemplos

Algumas das tribos urbanas são:

* Punks
* Nerds
* Góticos
* Metaleiros
* Rivetheads
* Indies
* Emos
* Hippies
* Hip-Hoppers



* Pagodeiros
* Clubbers
* Skinheads
* Surfistas
* Otakus
* Baladeiros
* Regueiros



* Torcedor Organizado
* Preppys
* Fashionistar's
* Skatistas



* Axezeiros
* Pitboys
* Cyberpunk
* Clapps



Esta uma pequena lista de filmes relacionados às tribos urbanas.



Clubbers


* Better Living Through Circuitry (1999), de Jon Reiss.
o Documentário sobre a música eletrônica dos anos 1990. Inclui entrevistas com Moby, Roni Size e integrantes do The Crystal Method.
* A Festa Rave (2000), de Greg Harrison.
o Filme que se passa na maior parte do tempo em uma rave underground em San Francisco (EUA).



Headbangers


* This Is Spinal Tap (1984), de Rob Steiner.
o Documentário de uma banda fictícia (Spinal Tap) que faz paródia dos excessos do Heavy Metal.
* Heavy Metal (1988), de Helen Gallacher.
o Exibido originalmente no Arena, programa de TV da BBC. Inclui apresentações exclusivas do Metallica, Motörhead e Napalm Death.
* The Decline of Western Civilization Part II: The Metal Years (1988), de Penelope Spheeris.
o Documentário centrado na cena "Glam Metal" de Los Angeles.
* Metal: A Headbanger's Journey (2005), de Sam Dunn.
o Antropólogo canadense investiga sua própria tribo urbana.
* Heavy: The Story of Metal (2006), de Mike Warren.
o Produzido pela VH1 - um canal "primo" da MTV - e exibido em quatro capítulos.
* Murder Music: Black Metal (2007), de David Kenny.
o Escrito pelo jornalista Malcolm Dome. Relata a história do Black metal, privilegiando as bandas norueguesas.



Hippies



* Monterey Pop (1968), de Don Alan Pennebaker.
* Easy Rider - Sem Destino (1969), de Dennis Hopper.
* Woodstock (1970), de Michael Wadleigh.



Punks


* Jubilee (1977), de Derek Jarman.
* The Decline of Western Civilization (1981), de Penelope Spheeris.
o Documentário pioneiro sobre o Punk Rock americano. Inclui apresentações do Black Flag, Circle Jerks, The Germs e outros.
* Another State of Mind (1984), de Adam Small e Peter Stuart.
* Sid e Nancy - O Amor Mata (1986), de Alex Cox.
o Baseado no romance trágico entre Nancy Spungen e Sid Vicious, o falecido baixista dos Sex Pistols.
* The Decline of Western Civilization - Part 3 (1998), de Penelope Spheeris.
o A diretora volta a retratar a cena Punk de Los Angeles vinte anos depois.
* The Filth and The Fury (2000), de Julien Temple.
o A história dos Sex Pistols, tendo como pano de fundo a caos social da Inglaterra do final dos anos 1970.
* Punk: Attitude (2005), de Don Letts.
* American Hardcore (2006), de Paul Rachman.
o Conta a história do Punk Hardcore americano durante a era Reagan.
* Botinada (2006), de Gastão Moreira.
o Jornalista e ex-VJ da MTV traça a evolução do Punk Rock no Brasil, com destaque para a cena paulista.



Skinheads


* Made In Britain (1982), de Alan Clarke.
* Skinhead - A Força Branca (1992), de Geoffrey Wright.
o Um dos primeiros trabalhos do ator Russel Crowe, esse filme australiano retrata a violência em torno de uma gangue skinhead.
* Um Skinhead no Divã'' (1993), de Suzanne Osten.
o Filme sueco que trata da relação conturbada entre um skinhead neonazista e seu psicanalista judeu.
* A Outra História Americana (1998), de Tony Kaye.
* Oi! Warning (1999), dos irmãos Reding.
* Tolerância Zero (2001), de Henry Bean.
o Inspirado por fatos reais, o filme conta a história do paradoxal Danny Balint (Ryan Gosling) - um neonazista judeu.
* Skinhead Attitude (2003), de Daniel Schweizer.
* This Is England (2006), de Shane Meadows.


E abaixo falarei sobre algumas dessas tribos urbanas separadamente...

Comentários:

Postar um comentário

Seguidores

NÃO EXISTE VITÓRIA...

SEM UMA DERROTA...

LINK ME

ImageChef Custom Images ImageChef Custom Images Create your own banner at mybannermaker.com! Create your own banner at mybannermaker.com! Create your own banner at mybannermaker.com! Create your own banner at mybannermaker.com! Create your own banner at mybannermaker.com! Create your own banner at mybannermaker.com! Create your own banner at mybannermaker.com! Create your own banner at mybannermaker.com! Create your own banner at mybannermaker.com! Create your own banner at mybannermaker.com! Create your own banner at mybannermaker.com!

Parcerias

Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget

Windows Live Messenger

Ocorreu um erro neste gadget

Meus Selos

http://3.bp.blogspot.com/_rULyEbuuPgQ/TS4LohvsejI/AAAAAAAAAUs/OPVaqSVdHQY/s1600/xselinho.jpg http://4.bp.blogspot.com/_rULyEbuuPgQ/TS4GzKAjmxI/AAAAAAAAAUk/ZM-k8qcC0dM/s1600/selinho.png
 

DARKNESS GOTHIC © 2009 | Template Design by Gothic Darkness |